SportLife

Terça, 22 Setembro 2015 08:37

Corre melhor: tonifica para evitar lesões

CorreMelhor 2014 Q3 Action Product Urban Trail WY980OB copia LargeAs mulheres não costumam gastar muito tempo a treinar a força, em muitos casos por motivos estéticos ou por desmotivação. Os homens têm a sorte de desenvolver a massa muscular mais facilmente do que as mulheres por causa da testosterona. Isso ajuda-os a manter o metabolismo elevado e uma proteção maior das articulações.


O nível de testosterona das mulheres é muito mais baixo do que o do homem, e por isso criar e manter níveis musculares adequados é muito mais difícil. McArdle et col. publicaram no seu livro de Fisiologia do Exercício de 1996 as mudanças mais significativas da nossa composição corporal, mostrando que dos 30 aos 50 anos existe uma perda em cerca de 10% da massa muscular e como essa perda é agravada depois dos 50. Esta perda gradual de massa muscular a partir dos 30 tem um impacto importante em diversos aspetos: diminui o nosso metabolismo basal e começamos a acumular gordura mais facilmente do que antes custando-nos um pouco mais eliminá-la; os nossos níveis de estrogénios descem e precisamos de mais tempo para recuperarmos depois dos treinos de força de alta intensidade. Ao termos menos músculos e tendões e ligamentos mais frágeis devido aos níveis de estrogénio, as nossas articulações estão mais vulneráveis a lesões.


Por tudo isto, para nós é fundamental trabalhar a força em geral, como o trabalho de abdominais (de preferência isométricos e hipopressivos para não prejudicar o soalho pélvico) de modo a manter a anca numa postura não lesiva durante a corrida, tricípetes, peitorais, quadricípetes e isquiotibiais. Estes exercícios de força geral devem ser complementados com exercícios específicos como retas, fartelek ou séries para conseguirmos uma melhor adaptação ao nosso treino.

Mais artigos na tua Sport Life Mulher 13

 

Comentar


Código de segurança Actualizar

nas Bancas

Instagram

Videos Sportlife

You need Flash player 6+ and JavaScript enabled to view this video.