SportLife

Quinta, 27 Abril 2017 17:40

Tens aqui 10 dicas a seguir para ficar em forma depois dos 40

fitness 1.Conhecer o nosso corpo. Devemos conhecer o nosso corpo e perceber que este é bem mais complexo do que se imagina, o que torna a gestão de peso mais complicada. Para além disso, é necessário equilibrar todo o metabolismo para ter saúde, bem-estar e um bom controlo do peso.

 

2. Saber a importância do metabolismo. Um metabolismo lento leva-nos a ter dificuldade em controlar o peso. Muitas vezes a desaceleração do metabolismo está relacionada com alterações hormonais e da metabolização dos alimentos que induzem um menor dispêndio energético e consequentemente uma maior predisposição para acumular gordura corporal e menos capacidade para construir musculo.

 


3.A autoestima não depende apenas do peso corporal. Quando estamos pesadas podemos ter falta de autoestima, no entanto esta está relacionada com muitos fatores sendo a nossa imagem corporal apenas um deles. Por vezes, é por termos baixa autoestima que aumentamos de peso corporal e acabamos por nos sentirmos ainda pior. Devemos trabalhar a nossa autoestima de forma a termos mais facilidade em controlar o peso.

 


4.O excesso de treino é subjetivo. Cada pessoa é diferente da outra, temos que perceber o que significa ‘obsessão em treinar’ em cada pessoa. Se treinamos muito, mas isso nos faz sentir bem e não temos lesões (nem físicas nem psicológicas) é porque é um comportamento adequado para nós. Se continuamos a sentir um vazio e não nos sentimos felizes ou, por outro lado, contraímos lesões físicas, temos que perceber o que nos leva a dar tanta importância ao corpo e ao treino. Infelizmente, existem muito mais pessoas que não treinam do que as que treinam em demasia, por isso é essa é que é a grande preocupação.

 


5.Transformação exterior deve ser acompanhada da alteração interior. Treinamos porque nos dá prazer e porque queremos ter o corpo que desejamos. Trata-se de uma combinação de fatores em que, por vezes, a necessidade de ter um corpo atraente assume uma importância muito grande porque achamos que nos preenchemos só com um corpo. Mas às vezes, mesmo depois de obtermos o corpo que queríamos não ficamos mais felizes, pelo que a transformação exterior deve ser acompanhada de uma transformação interior.

 


6.Os homens são mesmo diferentes na gestão do peso. Os homens têm muito mais facilidade em gerir o peso do que as mulheres. Quando pretendem perder peso, emagrecem muito mais rapidamente do que as mulheres porque o seu metabolismo é muito mais acelerado. Por outro lado, as mulheres também são muito mais pressionadas para perder peso do que os homens, o que ainda dificulta mais a situação. Embora atualmente, os homens também se preocupem muito com a estética, o que os leva a procurarem ajuda para se sentir bem com o seu corpo.

 

7.Cada um deve sentir-se melhor no seu corpo e mente. E muito importante fazermos uma transformação interna paralelamente a uma transformação externa. A transformação interna é muito mais prolongada, mais difícil, mas muito importante para que nos aceitemos e sejamos mais felizes. A transformação externa deverá ser uma consequência da transformação que fizermos dos nossos comportamentos. Só desta forma conseguiremos sustentabilidade no controlo do nosso peso.

 

8.Treinar na medida certa (que é diferente para cada mulher). Quando o treino é excessivo acabamos por não beneficiar por inteiro da atividade física. Ficamos com défices hormonais e carências de outras substancias. Para que tenhamos o volume de treino certo para nós, devemos realizar uma avaliação da aptidão física e uma prescrição do exercício adequada para nós. É por esta razão que acredito no trabalho dos profissionais de exercício, que são as pessoas adequadas para fazerem esta avaliação.

 

9.O corpo pode mudar em qualquer idade. O corpo poderá começar a mudar em qualquer idade e isso é até uma transformação desejável. No entanto, se tivermos alterações do nosso metabolismo podemos começar a mudar de forma indesejável. Isto pode acontecer em qualquer idade, geralmente mais nas mulheres do que nos homens. Contudo, a partir dos 35 anos, principalmente a partir dos 40 anos, as transformações são mais notórias e podem não nos fazer felizes. Temos que perceber a que se devem estas alterações para que possamos adequar a estratégia certa a cada pessoa.

 

10.Cuidados individualizados com a alimentação. Os cuidados nutricionais dependem de pessoas para pessoa e de caso para caso. A nutrição deverá ser adequada a cada situação clinica e por isso é necessário realizar sempre um diagnostico de cada situação. No entanto, de forma geral, devem ser eliminadas todas as formas de açúcar simples, alimentos processados, refrigerantes, adoçantes artificiais. O álcool deve ser ingerido com moderação e devemos privilegiar as verduras, os vegetais, as carnes magras, as frutas, as gorduras saudáveis e a água.

Comentar


Código de segurança Actualizar

nas Bancas

Instagram

Videos Sportlife

You need Flash player 6+ and JavaScript enabled to view this video.