SportLife

Desporto

O sonho de Frederico Morais terminou na final, concretamente contra o brasileiro Felipe Toledo, que alcançou a sexta etapa do Mundial de Surf, realizada na África do Sul.frederico-morais

 

 

Numa grande final, com grandes ondas, Felipe Toledo foi obrigado a demonstrar todo a radicalidade do seu surf para derrotar Frederico Morais, com um surf “mais clássico”.

 

 

Na final, “Filipinho” somou 18 pontos (9,17 e 8,83 pontos), enquanto “Kikas”  registou 17,73 pontos (8,33 e 9,40 pontos foram as suas melhores ondas).

 

 

Esta foi a melhor classificação de Frederico Morais no Mundial de Surf, precisamente no seu ano de estreia. Para alcançar a final, o português derrotou por duas vezes o atual campeão do Mundo, John John Florence, a segunda nos quartos de final, e o campeão de 2014, o brasileiro Gabriel Medina.

 

 

Já Felipe Toledo alcançou a sua primeira vitória do ano, após um terceiro e quinto lugares em etapas anteriores.

 

 

Com o segundo lugar, Kikas é o primeiro colocado na classificação do “rookie”, do ano.

O  português Frederico Morais alcançou a meia-final do Corona Open J-Bay, na África do Sul. Nos quartos-de-final, o surfista nacional eliminou John John Florence, atual detentor do título mundial, com uma nota 10.frederico-morais

 

 

Em Jeffreys Bay, Kikas somou 8,17 e 8,23 nas suas duas primeiras ondas, mas o campeão do mundo respondeu com 9,00 e 9,57 pontos. Frederico Morais somou depois um 9,77 pontos e Florence com um 9,10. Foi quando Kikas tirou o seu "coelho" da cartola, concretamente um 10, levando a praia à loucura. No final, vitória por 19,77 contra 18,67 pontos.

Este já é o melhor resultado da temporada do português, que faz a sua estreia no circuito mundial.

 

 

Kikas defronta agora o brasileiro Gabriel Medina, que eliminou Mick Fanning (17,40-11,33). A outra meia-final ainda não está definida.

 

Em seis provas, esta foi a segunda vez que Frederico Morais disputou os quartos de final, depois de o ter feito no Rip Curl Pro Bells Beach, em Victoria, Austrália.

Após o êxito do ano ano passado, está de regresso a Beach 24h Spinning Tour Portugal, novamente no areal da praia de São Martinho do Porto. Tudo acontecerá nos dias 28 e 29 de julho.beachspinning1

 

 

O Beach 24h Spinning Tour Portugal tem como objetivo pedalar por um estilo de vida saudável, «neste que é o maior evento da modalidade no nosso país», revela um comunicado. O evento deste ano contará com a presença de “spinners” de todo o mundo.

 

 

O Beach 24h Spinning Tour Portugal é uma maratona em que os participantes passam 24horas a pedalar (em equipas de dois a 24 elementos), por turnos, com objetivo de se superarem a si mesmos e com o intuito de consciencializar para a importância de uma vida ativa e com hábitos saudáveis. É a única maratona da modalidade a realizar-se no areal de uma praia, durante 24horas, com certificação da Mad Dogg Athletics.

 

 

O evento começa às 18h00 do dia 28 de julho, mas o sinal da partida é às 22h00. Estão confirmadas equipas de mais de 20 países, estando previstos perto de mil participantes e mais de 2 milhares de visitantes.

 

 

De referir que nove dos melhores Masters Internacionais de vários pontos do globo estarão a motivar e a pedalar com as equipas. São eles:

 

 

Polona Gosar (Eslovénia)
Martin Timmermann (Alemanha)
Hans Hobbel (Holanda)
Peter Pastijn (Bélgica & Abu Dabi)
Jarek Witek (Polónia)
Rodrigo Vilches (Chile)
Francesco Sivieri (Itália)
Natashia Iacovelli (Austrália)
Dino Pedras (Portugal)

Terça, 18 Julho 2017 10:52

Yoga para evitar lesões

Publicado em Desporto

Quer corras, quer nades, quer pedales ou pratiques desportos de equipa, há movimentos de yoga que melhoram a tua mobilidade, reequilibrando o que a tua atividade desequilibra. Com estes seis exercícios que te mostramos, evitarás muitas lesões.

 

1 > Gomukasana
> Senta-te com as pernas cruzadas como na imagem, estende o braço direito, flete pelo cotovelo e desliza a mão pelas costas. Dobra o esquerdo e desliza-o para cima até conseguires. Aumenta progressivamente. Mantém durante 5 a 10 respirações completas.

 

 

Capturar

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

2 > Preparação Ahanursana
> Deita-te em decúbito ventral, dobra o joelho direito e agarra o pé com a mão direita, levando-o aos glúteos e sem descolar a bacia do solo. Pressiona com o antebraço esquerdo sobre o solo para elevar o peito ligeiramente e mantém a posição várias repetições.

 

 

Capturar1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

3 > Alongamento quadrícipete
> De pé, cruza uma perna sobre a outra com o tornozelo em cima do quadricípete. Flete o joelho de apoio e aproxima a bacia do solo o máximo que consigas, depois relaxa os músculos da anca direita e mantém a posição durante várias respirações.

 

 

Capturar2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

4 > Adhomuka
> Começa com quatro apoios e vai elevando a bacia até fazeres uma invertida com o corpo. Mantém a posição e depois baixa os joelhos até ao solo, flete-te à frente, baixa a cabeça e alonga os braços levando-os até aos pés. 

 

 

Capturar4

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

5 > Virabhadrasana
> Leva uma perna à frente, flete o joelho dessa perna e endireita bem as costas ao mesmo tempo que elevas os braços em direção ao teto. Termina
com a postura anterior (4).

 

 

Capturar3

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

6 > Alongamento dos isquiotibiais em supinação
> Em decúbito dorsal eleva a perna direita e prende uma banda elástica no pé para te ajudar a aproximar a perna da cara, sem fl etir o joelho. Depois estende a perna para a direita e mantém essa posição durante alguns segundos. Recupera a posição inicial e repete com a perna contrária.

 

 

Capturar5

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

LEIA TAMBÉM
Começa hoje no Yoga: 10 benefícios

Pág. 1 de 30

nas Bancas

Instagram

Videos Sportlife

You need Flash player 6+ and JavaScript enabled to view this video.