SportLife

Terça, 11 Julho 2017 13:35

As sapatilhas provocam lesões na corrida?

A maioria de nós usa sapatilhas específicas para correr. Será que é isso que nos está a provocar lesões e que deveríamos correr descalços ou com o mínimo de calçado?

 

LesõesSapatilhas 81338122 Subscription Monthly M

 

 

O sapato desportivo não é um tratamento médico, é calçado que tem duas funções: proteção e, dependendo do modelo, amortecimento. Neste caso, podemos acrescentar mais a função de estabilização que nem todos os modelos mesmo com o sistema de amortecimento estão a conseguir. Muitos atletas procuram a solução para as suas mazelas no calçado e não se dão conta que o pé é individual e único

 

Numa entrevista de um atleta famoso relativamente ao minimalismo «pés descalços», Keb Bob Saxton, Kirby respondeu claramente que não existem estudos científicos que corroborem o que o guru do minimalismo afirma. «É ridículo dizer que são as sapatilhas as causadoras de lesões. É o ato de execução que causa lesões, as superfícies duras, os movimentos repetitivos, as pancadas no chão variadíssimas vezes; estas são de facto a razões reais para lesões com e sem sapatos.» O nosso conselho é que antes de iniciar qualquer atividade desportiva, a pessoa deve saber qual o seu tipo de pé, o seu tipo de passada e conhecer quais as eventuais repercussões, não apenas nos pés mas também nos joelhos, bacia e trem superior. O que não tem base científica nos dias de hoje é «lesionei-me por causa destas sapatilhas». Costumam existir um problema de base. É possível que certas características do calçado (o drop, ausência de reforço, falta de estabilidade do antepé, etc.) possam acelerar a lesão, mas a sapatilha não é única causadora de lesão.

E lesões?
Este é o tema centra da discussão. Os que defendem o barefoot baseiam-se fundamentalmente na ideia de que nascemos descalços. O ser humano sobreviveu milhares de anos sem sapatos, sendo o calçado um dos responsáveis pelo aparecimento de lesões. Existem podologistas que defendem o contrário das afirmações anteriores pois na sua perspetiva deve-se evitar a transição para o barefoot como ‘panaceia’ de todas as lesões. Na realidade existe potencial risco de lesão que decorre desta transição para correr descalço:

> Ao reduzir o contacto do calcanhar e concentrar o peso todo no meio e antepé, aumentando a frequência, pode causar sobrecarga na zona do metatarso provocando eventuais lesões de stress como a metatarsalgia.

> Ao reduzir o contacto com o calcanhar existe um aumento de tensão nos gémeos e solhar e por isso lesões causadas pelo aumento de tensão do sistema aquiles-calcâneo-plantar, provocando uma variedade de lesões, incluindo a temida fascite plantar. > O perigo que pode implicar a corrida descalça pelo contacto com superfícies cortantes e outras que podem provocar lesões e que não existiam há milhares de anos atrás.

> Fraturas de stress de calcâneo. O minimalista diminui o contacto do calcanhar mas o contacto com superfícies irregulares nem sempre é ‘agradável’.

Vê também Podemos correr descalços?

 

Mais nesta categoria! « DEVEMOS CORRER NA AREIA?

Comentar


Código de segurança Actualizar

nas Bancas

Instagram

Videos Sportlife

You need Flash player 6+ and JavaScript enabled to view this video.